Arquivo do mês: outubro 2011

Crise nos trópicos

Capricórnio pensa demais e isso já está me irritando. Mais de 23 anos e meio depois, quero trocar de signo. Tanta coisa a ser resolvida, principalmente a espera de uma posição, mas não. Tem que levar tudo em consideração. Pensar nas miudezas, nas grandezas e, para momento tal qual, até nas fraquezas. E é aí que está o problema: pensar demais tortura, porque você fica parado, estático em uma indecisão que de nada vale, além de travar a naturalidade e a chance de lidar tranquilamente com tudo. É aquele pensamento que quando você está com os amigos em uma mesa de bar, ele vem e tira de cena qualquer sorriso, cedendo espaço para a apreensão. O mesmo de quando você está na cama com a pessoa amada, e ele surge quase no meio do ato sexual. E, claro, brocha-te. É também aquele de quando você está dançando na balada e algo lhe faz lembrar, tirando-lhe totalmente do ritmo da música. Sem contar as milhares de tentativas em vão de se concentrar nos afazeres do trabalho, porque ele martela certeiro na mente. Por favor, sirva-me doses de inconsequência com bastante risco e despudor. Cansei. Fizéssemos menos pensantes, ó pai, e talvez tudo fosse pingos, doces, pétalas, brisas, sopros e sussurros. Ou seja: leveza!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO

As pessoas e o carinho

Não é recomendado começar frases com “não”. Muito menos um texto, mas nesse caso… Não é necessário muito para se ter carinho pelas pessoas. Não é preciso que elas façam grandes coisas. Exemplos aos montes estão aí para comprovar que o sentimento puro existe por si só e por instantes de contato. Afinal, quem nunca, depois de duas, três conversas, já pensou: “Poxa, que ser bacana, que pessoa diferente, que energia boa”? Acredite, isso existe!

O próximo passo depois dos primeiros contatos é querer trazer aquela pessoa para si, para mais perto, pois o desejo de acompanhar, de querer saber como tudo está, e se está realmente bem passa a ser fato e ser real. Isso é carinho repentino? Sim. E por ser desse jeito, está fadado também a acabar de repente? Pode ser que sim, mas não é essa a intenção, porque pessoas com as quais você se identifica são raras. Ainda mais em tempos, quando o comum é falar sobre coisas ruins.

#TudoNovoDeNovo

2 Comentários

Arquivado em FALATÓRIO

*_*

Deixe um comentário

Arquivado em IMAGEM

RÁ!

O tempo voa. Isso é nítido e assustador, mas nem por isso menos intenso. Não posso reclamar.  Assusto-me com o dia 30, que antes era longe e de repente já é passado. Assusto-me com a data importante, que antes era preparativo e de repente já é recordação. Assusto-me com as revoluções, que antes eram medos e de repente são fatos consumados.  Assusto-me com a transformação, que antes era preconceito e agora sou eu, eu mesmo e a vida.  Tudo é emoção, e emoção diferente a cada instante. Nunca é igual e vem sempre com doses de inusitado. Quero mais e vou fazer uma tatuagem.

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO