Arquivo do mês: novembro 2011

antes muito do que pouco, sofrer por amor

1 comentário

Arquivado em FALATÓRIO

Resumo

 

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO

Qualquer semelhança…

…é mera coincidência.

Qualquer coincidência é mera semelhança.

 

 

=D

 

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO, IMAGEM

Sobre essa coisa de sentir etc e tal

Ah, o coração! O coração fala.

É aquela velha história do pensar e do sentir. Existe diferença entre os dois verbos, bem sei. E é uma diferença que não se restringe à conjugação . É mais uma coisa de opinião e sentimento. Ambos, aparentemente inofensivos, podem render bons bocados de indisposição, quando entra em ação um outro representante da classe: o verbo verbalizar (permito-me a repetição involuntária). Procuro não falar aos quatro cantos o que penso para evitar confusões, já que as opiniões são quase sempre bem afiadas. E olha que aqui, confesso, pulsa sinceridade. Sempre me ative ao silêncio, também, quando o assunto é o que se passa lá nas entranhas, até então, inabitadas e indizíveis. Contraditório que sou, pensei que revelar, agora, seria oportuno, preciso e bom. Simplesmente bom, mas não. Retirei os bloqueios do caminho, verbalizei o sentimento, pensando estar fazendo o correto, e cá estou: mais aturdido e envolto de sensações estranhas, impossível. É isso.

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO

Meia noite no Youtube

E para fechar:

 

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO

Ao meu jeito

Quem sabe de tudo não fale
Quem não sabe nada se cale
Se for preciso eu repito
Porque hoje eu vou fazer
Ao meu jeito eu vou fazer
Um samba sobre o infinito

(…)

Deixe um comentário

Arquivado em FALATÓRIO