Arquivo do mês: novembro 2014

Alento

As músicas não se vão

Nem se perdem

Elas são, estão

E ficam à disposição

Um afago da vida

Da memória seletiva

Que dão tom e cor

A recortes de sensações

A foto estraga

Com o tempo

As companhias se vão

Com a idade

As pessoas se esquecem

Dos fatos

As músicas não

Elas caminham com a eternidade

Um alento da dor

Da alegria que se acaba

Elas vão com o vento

Ainda bem.

Elas vão e vêm.

______________

Obrigado, Bethânia, Caetano e Ney. Os três ídolos de uma vida e de histórias várias.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized