Arquivo do mês: janeiro 2015

O erro…

…ultrapassou os superlativos possíveis.
E os negativos. Qualidades não existem mais
Elas se foram. Sobraram lágrimas e vergonha
E um arrependimento. Sem fim.

O dia amanheceu mais cinza do que o normal
Céu e asfalto pareciam um só. De mesmo tom.
Não pude ver o resto. O chão foi o horizonte 
E preferi assim. Acabaram-se os motivos.

Por que? 
Por que…?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sou

Não sou de bater martelo, apenas.
Sou de bater martelo e pintar
Mas bater martelo e pintar não bastam
Sou de bater martelo, pintar e calcular.

Calcular, bater martelo e pintar enjoam
É preciso mais do que isso
Sou de bater martelo, pintar, calcular e desenhar
Mas isso ainda não é o suficiente

Desenhar é terapia, calcular é jogo,
Pintar é diversão, bater martelo é virtude
Sou de bater martelo, pintar, calcular, desenhar e escrever
Escrever é tudo isso e etecétera.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized